Os Segredos da “Estrela Galega”

A “Arte Nova” ou “Art Nouveau” é um estilo internacional de arquitectura e de artes decorativas, que marcaram a “Belle Époque” e que foi muito aplicada à industria (1890- 1910)."L’Art Nouveau" ou "Maison de l'Art Nouveau" era o nome de uma galeria iniciada em 1895 pelo comerciante de arte Samuel Bing, em Paris, que exibia artes decorativas. A fama da sua galeria aumentou na exposição universal de Paris em 1900, onde ele apresentou orientações, em design e cor, de móveis modernos, tapeçarias e objetos de arte, tendo fomentado o uso de vitrais, mosaicos de vidro, joalharia e bronzes. Este estilo foi tão marcante que foi rapidamente adoptado por todo o mundo, especialmente na Europa. Por exemplo, as entradas do Metropolitano de Paris (1900-1912), em ferro forjado da autoria de Hector Guimard, foram consideradas inovadoras e de muito bom gosto na época. A “Arte Nova” está representada principalmente em Aveiro e no Porto, principalmente em lojas e casas particulares reservada para a burguesia que fez fortuna no negócio e na indústria. Em Lisboa, este bairro é um excelente exemplo!

Vamos descobrir os nomes e factos que estão na origem da história desta família, deste local marcado pelo estilo “Arte Nova”, do símbolo que se encontra por todo o lado, de recordações quase esquecidas e prestes a perder-se para sempre!

O que está por detrás dele? Que histórias conta? Nesta zona histórica de Lisboa, as memórias ainda falam e a luz das estrelas ainda brilham?

NOTA: Este evento permite ser implementado em diferentes locais, nacionais ou estrangeiros, com as necessárias adaptações e obedecendo a pré-requisitos específicos. Consulte-nos.

Quer mais informações sobre este programa?

Traduzir